As obras de Jorge Amado

Jorge Leal Amado de Faria, ou apenas Jorge Amado, foi um dos escritores brasileiros mais traduzidos de todos os tempos. Nascido e criado na Bahia, Jorge ficou conhecido por retratar muito bem a cultura do seu estado e da sua região.

Você já deve ter escutado falar de alguns de seus livros, Capitães de Areia, por exemplo virou até filme. Ou então Dona Flor e Seus Dois Maridos, Gabriela Cravo e Canela, Tenda dos Milagres e Tieta do Agreste. Essas memoráveis obras ficaram conhecidas do grande público ao se tornarem novelas, teatros e filmes.  Conheça um pouco mais sobre esse baiano que ficou conhecido em todo o mundo.

Jorge Amado: história

Jorge nasceu em 1912, em Itabuna, na Bahia. Foi ali que ele cresceu e começou a estudar a literatura. Logo aos 14 anos, Jorge foi um dos fundadores do grupo “Academia dos Rebeldes”, um grupo literário que pregrava novas ideias na forma de se escrever. A partir desse momento, o jovem escritor foi ganhando cada vez mais notoriedade e aos 19 anos foi morar no Rio de Janeiro, que foi também quando ele criou seu primeiro romance, intitulado “O País do Carnaval”.

Conheça sobre a vida e obra de Jorge Amado.

Jorge Amado cursou a Faculdade de Direito sem, no entanto, exercer a profissão. Mas levar a vida no Rio de Janeiro permitiu que ele mativesse contato com grandes nomes da literatura na época, como Vinícius de Morais. Pouco tempo depois, o autor já estava estabelecido como escritor e passou a produzir cada vez mais romances.

O autor era bastante engajado nas ideias socialistas e por isso foi preso por duas vezes e também passou um tempo exilado do Brasil. Nessa época, viveu em países como Argentina, França, República Tcheca, o que não o impediu de continuar escrevendo seus memoráveis romances.

Retornou ao Brasil em 1952, quando já tinha lançado alguns dos seus mais conhecidos romances, como Capitães de Areia, Mar Morto, Bahia de Todos os Santos, entre outros. Mas até o ano de sua morte, o escritor lançaria ainda mais obras que se tornariam grande marcos da sua trajetória.

Jorge Amado também foi membro da Academia Brasileira de Letras, Academia de Ciências e Letras da República Democrática da Alemanha, Academia das Ciências de Lisboa, Academia Paulista de Letras e membro especial da Academia de Letras da Bahia.

Conheça quem foi Jorge Amado.

O autor faleceu em 2001 deixando um enorme legado sobre a Bahia e sobre o Brasil. Muitos afirmam que nada melhor do que ler um livro de Jorge Amado, estando na Bahia para sentir os cheiros e gostos que o autor retratava brihantemente nas suas palavras.

Jorge Amado: obras

O escritor lançou dezenas de romances e ficou conhecido pelo cunho regionalista que levava para os seus escritos. Confira abaixo algumas obras do autor e o ano em que elas foram lançadas:

  • O País do Carnaval, 1931
  • Cacau, 1933
  • Mar Morto, 1936
  • Capitães da Areia, 1937
  • O Amor do Soldado, 1944
  • Bahia de Todos os Santos, 1944
  • Seara Vermelha, 1945
  • O Mundo da Paz, 1951
  • Gabriela Cravo e Canela, 1958
  • Os Pastores da Noite, 1964
  • Dona Flor e Seus Dois Maridos, 1966
  • Tenda dos Milagres, 1969
  • Tieta do Agreste, 1977
  • Tocaia Grande, 1984
  • Navegação de Cabotagem, 1992
  • O Milagre dos Pássaros, 1997